Crianças, políticas e participação: um olhar sobre o Seminário Internacional Infâncias Sul Americanas

Monique Aparecida Voltarelli

Observa-se que o campo dos estudos sociais da infância tem obtido um aumento significativo na produção e pesquisa sobre as crianças e a infância em âmbito nacional e internacional. Assim que, a realização do Seminário Internacional Infâncias Sul Americanas evidenciou as investigações desenvolvidas sobre a infância no âmbito sul americano objetivando fortalecer a rede de pesquisadores e profissionais que tem se engajado ao campo. Para este texto apresenta-se a configuração do seminário demonstrando os indicativos relacionados ao grande interesse de pesquisadores, professores, estudantes sobre temas como crianças nas cidades, infâncias no contexto sul-americano, políticas sociais, e participação infantil. Por meio de debates, trocas e compartilhamento de investigações sobre a infância e as crianças nos diversos contextos geográficos, culturas e sociais, o seminário apontou que a luta pela efetivação das crianças como sujeito de direitos e pela garantia de espaços que possibilitem a participação das crianças no âmbito social, político e urbano ainda se configuram como um desafio e que há um longo caminho a ser percorrido para que se reconheçam as crianças como sujeitos sociais.